sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Desfile Cívico no Distrito de Moitas

Ontem pela manhã, como de costume, tivemos nosso desfile da independência. O desfile começou por volta das 8 da manhã com duração aproximada de 1 hora.
No primeiro pelotão tivemos a faixa da escola com as bandeiras do Brasil, do Ceará, do Município e da escola, seguido logo atrás pelo pelotão fardado.


































O tema abordado esse ano foi: "Luiz Gonzaga e Jorge Amado, 100 anos de cultura do Nordeste para o mundo." Dele as escolas do município tiraram seus subtemas e criaram suas faixas.
No distrito de Moitas, por exemplos, foi buscado destacar as obras dos autores citados no tema, como é o caso dos diversos livros escritos por Jorge Amado, um importante ícone da literatura brasileira que até hoje encanta com suas obras escritas de forma diferente e bem nordestina.























Veja agora um pequeno resumo do desfile cívico:


Esse ano, tivemos como banda os alunos do Projeto Mais Educação, que fizeram um ótimo trabalho. A banda, assim como algumas das outras bandas anteriormente formadas, também fez uma pequena apresentação coreográfica com os instrumentos, que embora não tenha sido tão boa devido ao nervosismo de iniciantes, ainda assim ficou muito interessante. Acho que o que faltou foi só um pouco mais de ensaio e autoestima. Confiram a coreografia no vídeo a seguir:


Após a apresentação da banda, todos os outros alunos se concentraram em frente ao colégio do qual fazem parte, para lá serem cantados os hinos do Brasil, do Estado e do Município, encerrando logo em seguida.







É necessário dizer que Moitas já teve melhores desempenhos no quesito Desfile Cívico, mas nesses últimos anos, por motivos que todo estudante ou professor do colégio sabe qual é, mas que não posso citar aqui por motivos éticos, nosso distrito não vem mais se apresentando como de costume e vem fazendo de um  momento tão importante quanto a celebração da independência, um simples evento do qual, muitas vezes, não vale a pena nem mesmo sair de casa pra assistir. Antes, nem começavam a tocar os instrumentos e as ruas já estavam lotadas por pessoas do distrito local e de outros mais próximos. Já houve momentos em que vinham pessoas até de outros municípios só para nos prestigiar e ver o que íamos apresentar, e hoje, nem mesmo os próprios moradores e de Moitas comparecem em peso. Espero que nos próximos anos, Moitas reconquiste o esplendor que tinha durante os desfiles, não apenas na quantidade de espectadores, mas também no figurino, marcha, interesse, participação dos alunos, e principalmente dos nossos líderes. Apesar desses problemas, ainda existem muitas pessoas que buscam a perfeição e ainda têm total respeito pela pátria dando o melhor de si para um trabalho bem feito. Uma dessas pessoas é a Professora Raimundinha, que até hoje vem exercendo um ótimo trabalho, e tenho certeza que não falo apenas por mim quando digo, que tudo que aprendi a respeito do valor desse momento de patriotismo foi com ela. Assim como ela também existem vários outros professores que fazem um ótimo trabalho, mas dou o destaque a ela por ser uma das pioneiras e por até hoje exercer o excelente trabalho.