sábado, 26 de dezembro de 2015

Igreja Assembléia de Deus realiza culto em comemoração ao aniversário de 47 anos do Círculo de Oração.

O conjunto de senhora da igreja de Moitas, realizou a poucos dias uma comemoração de aniversário do círculo de oração, fundado a 47 anos atrás.

De lá para cá, o grupo de orações que começou apenas com algumas poucas mulheres, passou a ter seu número de membros aumentado gradativamente conforme os anos se passavam e agora conta com a participação de pessoas de várias idades e gêneros, porém ainda sendo formado principalmente pelas senhoras da igreja mas não se limitando apenas a elas.

Logo no início do culto, foi feita uma entrada com todas as mulheres do conjunto de senhoras entrando em fileiras e com as principais representantes do círculo de oração levando alguns incensos em taças doradas.


A apresentação principal da noite foi a apresentação de uma coreografia da música "A Batalha do Arcanjo" da cantora Damares. A apresentação foi muito bem executada pelas senhoras e emocionou a muitos com a mensagem passada. Confiram o vídeo a seguir:


Parabéns a toda a organização e também a todas as senhoras que participaram. Ficou tudo muito lindo.
Mais fotos também estarão disponíveis na página do facebook em breve. Aguardem.

V Regata de Moitas

Como já vinha acontecendo a alguns anos, nesse ano não foi diferente e Moitas realizou sua 5ª edição da regata de canoas. Dessa vez a organização contou com a parceria da Prefeitura Municipal de Amontada.

Como de praxe, não poderia faltar os "contratempos políticos" e várias das coisas prometidas pela prefeitura não foi trazida a tempo ou mesmo nem foi trazida. Dentre essas coisas o telão que seria uma das ferramentas principais para a apresentação de uma homenagem aos pescadores, que são o principal foco do evento.


Apesar do contratempo, o evento continuou normalmente e contou com a participação de algumas garotas locais para concorrerem a garota regata 2015. As meninas passaram alguns dias se preparando e também deram uma pequena entrevista para a organização do evento.
Confiram o vídeo a seguir.




O evento ocorreu de forma tranquila e calma e felizmente não houve brigas nem tumultos.
Mais fotos estarão disponíveis em breve na página oficial do site no facebook.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Quinta Etapa da III Gincana do Ensino Médio é Cancelada. / Equipe Coringa Consegue Vitória Antecipada.


Já era do saber de todos que na EEB Jonas Pereira estava acontecendo, já a um tempo, a III Gincana do Ensino Médio. A competição estudantil que já vinha se estendendo por alguns meses, foi até a quarta etapa, mas teve sua quinta etapa cancelada. 

O motivo: A equipe Coringa (3º Ano) conseguiu uma pontuação muito acima da média das outras equipes, impossibilitando-as de ultrapassar essa pontuação em uma única etapa, mesmo que as mesmas conseguissem ganhar em todas as competições da noite.

A organização, vendo que continuar com a competição seria apenas uma "perda de tempo" e gastos, considerando que as equipes também têm gastos para confecções de roupas e materiais utilizados em cada etapa, decidiu que seria mais prudente cancelar a quinta etapa da gincana.

Antes da decisão final, foi solicitada a opinião dos lideres da equipe vencedora e também de outros membros das outras equipes, e ambos concordaram que essa seria a melhor decisão a ser tomada.

Com isso, a vitória foi dada oficialmente para a equipe Coringa, fazendo da mesma, a única equipe (pelo menos até agora) a ser Bicampeã no evento que já está com três edições, e a única que se manteve na frente nas pontuações do começo ao fim em todas as etapas da competição.


A premiação foi feita semana passada, oficializando a vitória da equipe com a entrega das premiações... ótima maneira de terminar um fim de período.

De qualquer forma, as equipes Fênix que conseguiram o segundo lugar, e Inconformados que ficaram em terceiro, próximo ano tem mais e qualquer equipe poderá ser campeã. Lembrando sempre que o que conta é competir com dignidade, espírito esportivo e companheirismo. Sem isso a gincana deixa de ser um evento estudantil divertido e educacional e passa a ser apenas sinônimo de bagunça e desordem.

Cabe a vocês, alunos e organizadores, fazer o possível para tornar esse evento tão legal um evento que fique marcado por diversão e aprendizado.

Finalizando, parabéns à Equipe Coringa que tanto se esforçou para conseguir a vitória. A meu ver, a vitória maior de vocês foi terem se mantido unidos do começo ao fim. Essa atitude com certeza foi, de fato, uma das coisas que mais contribuiu para que vocês tenham sido vitoriosos.

Parabéns!!!

Vale lembrar também que todas as outras equipes também lutaram muito para vencer. Com algumas exceções de alguns membros do primeiro ano que por mal comportamento e falta de bom senso, acabaram se prejudicando e ainda prejudicando ainda mais a equipe, todos os outros estão de parabéns pelo esforço. Não foi dessa vez, mas outras oportunidades ainda virão.

Até lá então pessoal!!!

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Demorou Mais Saiu - 4ª Etapa da III Gincana do Ensino Médio

A maioria de vocês não sabem, mas houve rumores de que essa quarta etapa da gincana não sairia. Tudo começou quando uma das atividades tomou um rumo um tanto "diferente" do que deveria ter sido tomado.

A prova das curtidas, em que consistia em arrecadar o maior número de likes para as fotos das equipes foi interrompida pelo organizador do evento quando todas as equipes começaram a conseguir um número exorbitante de curtidas, e isso gerou um certo "desconforto" em algumas pessoas, e as mesmas chamaram a atenção dos organizadores para que fosse tomada alguma atitude, e com isso, a prova acabou sendo cancelada.

O problema poderia ter parado por aí, mas não foi bem assim. Com o cancelamento da prova, vários boatos surgiram sobre o cancelamento do evento dizendo até que essa edição da gincana seria a última, ou seja, que seria o último ano a ter esse evento no distrito, porém, dias depois foi avisado pela organização que o evento iria continuar normalmente, sendo cancelada apenas a prova em questão.

Além disso, essa prova também trouxe outros atritos e desconfortos, mas isso já é outro assunto, agora vamos falar do que aconteceu na 4ª etapa.

A noite começou com a realização da prova surpresa que foi ganha pela equipe Coringa, que já estava frente e agora passou a ganhar mais pontos. Como se já não bastasse, a equipe ganhou o direito de escolher uma carta, o que lhe deu o direito de dobrar as pontuações de todos os jurados para a prova que escolhessem, e claro, eles escolheram a prova surpresa em que eles já haviam ganhado.

O restante da noite não foi muito diferente, praticamente todas as provas foram ganhas pela equipe Coringa, com variações apenas entre a equipe Fênix que foi muitíssimo bem na prova de cantar o Hino da escola. Além de bastante afinados, eles também foram ótimos na organização e trabalho em equipe.


A Equipo Coringa também foi ótima no trabalho em equipe, na produção e organização na hora de cantar, a única coisa que deixou um pouco a desejar foi a afinação no começo do hino, e isso acabou fazendo com que eles ficassem em segundo lugar.


A única equipe que deixou um pouco a desejar (e quando digo um pouco, quero dizer, muito, mas muito mesmo), foi a equipe dos Inconformados que simplesmente não participaram das atividades como deveriam, levaram celulares, sendo que eram proibidos, se recusaram a cantar o hino da escola e ainda ficaram atrapalhando os únicos dois alunos da equipe que se despuseram a cantar dentre tantas outras coisas que aconteceu na noite.


A atitude da equipe foi vergonhosa, uma total falta de respeito e consideração com os jurados e com as outras equipes, se falar nos convidados que estavam ali presentes. Além de ter manchado ainda mais a imagem da turma que já não é muito bem vista pela maioria dos professores e funcionários da escola.

A ação da equipe foi no mínimo infantil, se tratando que só fizeram isso por já se considerarem "perdedores" (palavras de um(a) integrante da própria equipe), e não verem mais motivos de continuarem no empenho de vencer.

Isso com certeza custará muitos pontos a equipe e principalmente aos alunos que compactuaram com a ação, porém, vale lembrar que não foram todos que assim fizeram. Os dois alunos que cantaram, Ruan e Gabriela, tentaram fazer a sua parte para alcançar a pontuação mínima dada pela prova, mas, segundo membros da equipe, alguns só não participaram por vergonha da mesma mas com isso, acabaram prejudicando a si mesmos e a própria equipe. De qualquer modo, parabéns aos dois alunos que fizeram o seu melhor.

[...]

Mas mudando de assunto, a noite obviamente não poderia ficar sem seus mascotes, e dessa vez a pontuação era de 3000 (três mil) pontos para o primeiro lugar, 1,500 (mil e quinhentos) para o segundo, e 1000 (mil) para o terceiro e mais uma vez, a equipe coringa foi a campeã da prova, que na opinião do organizador do evento, fez o melhor mascote da temporada até então.

Os mascotes apresentados nessa quarta etapa foram: Malévola - Equipe Inconformados, Chapolim Colorado - Equipe Fênix, e Shrek e Fiona - Equipe Coringas.





A quarta etapa também contou com uma apresentação surpresa, ainda da etapa anterior. Desde a terceira etapa, a gincana passou a ter cartas que seria sorteadas entre as equipes conforme cada atividade principal fosse concluída, e na etapa anterior, uma dessas cartas foi tirada pelo aluno Dário, e essa não foi revelada até então. De início, pela expressão apreensiva e até meio que de pânico do aluno (sem falar no "temperinho" que o organizador deu na hora), todos acharam que a carta era uma coisa bem ruim para o aluno ou mesmo para toda a equipe que ele fazia parte, a equipe Fênix. Houve até quem achasse que se tratava da exclusão dele da competição. Porém, nessa quarta etapa foi mostrado uma coisa diferente do esperado... Confiram o vídeo:


Quem não entendeu o vídeo acima, o aluno teria que cumprir um desafio de se passar por um... "mascote surpresa" digamos assim. Ele teria que escolher entre fazer essa caracterização e ganhar sozinho o direito de ficar com a mesma pontuação da equipe vencedora independentemente de quem vencesse, ou, no caso de recusar, ele e a equipe perder 5000 pontos (se não me falha a memória). Obviamente (e sabiamente), o aluno optou por cumprir o desafio, e esse foi cumprido com louvor.

Vale lembrar que a serra "elétrica" utilizada por ele não funcionava na parte das lâminas, mas apenas no motor para fazer o barulho mais realista, então podem ficar tranquilos que não houve perigo algum (embora eu mesmo tenha ficado com um pouco de receio de se aproximar dele durante a entrada kkkk).

[...]

A próxima etapa da gincana ainda não tem data definida, e será anunciada de surpresa pela organização diretamente aos líderes das equipes. Sendo assim, aguardem novidades!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Resultados da 2ª Etapa da III Gincana do Ensino Médio

Pois é pessoal! Nesse segundo dia de gincana foi bastante coisa que aconteceu e embora as atividades da noite tenham sido um tanto "cansativas", teve gente que achou a segunda etapa muito melhor que a primeira e da mesma forma o contrário. As opiniões foram variadas, mas uma coisa é certa, a animação não faltou.

Diferente da etapa anterior, a primeira atividade da noite foi a Prova Surpresa, que foi selecionada pela professora de português, Oglaires.

A prova consistia em montar um "cone de copos ao contrário", e apesar de simples, podia ser transformar em uma tarefa bem complicada sendo executada sob pressão, que era justamente o que estava acontecendo. Porém, apesar disso os alunos completaram a prova em um tempo consideravelmente rápido, com exceção da equipe Coringa que teve uma certa dificuldade e acabou ficando com o segundo lugar.


Também é claro, não poderiam faltar os mascotes das equipes, que mais uma vez capricharam. A equipe Coringa contou com a presença do "Virgil Hawkins" ou Super Choque para os "mais íntimos" que entrou eletricamente no meio do local das provas e quase se espatifa no chão, não fosse uma cadeira que ele se segurou. Infelizmente esse momento cômico foi perdido pelas lentes da minha câmera, pois estava ocupado demais me acabando de rir e acabei não percebendo que eu não tinha apertado o "start" na gravação...

De todo modo, parabéns para a equipe coringa que caprichou no visual do seu mascote e garantiu o primeiro lugar na categoria, mesmo com uma minúscula diferença de apenas 25 pontos.


A mascote da equipe Fênix foi uma bruxa, que segundo ela, tinha sido chamada para mandar pra longe a "macumba" do terceiro ano e outras coisas mais...


Mas, de todos os mascotes que fizeram parte do elenco da noite, o mais "assustador" definitivamente foi o do primeiro ano, que usou desde uma máscara idêntica à original a até mesmo efeitos sonoros e imagens, que junto com os flashes das câmeras acabou dando um "tchan" na entrada do mascote. Confiram a seguir o vídeo:


Depois dos mascotes e da prova surpresa, foi a vez de iniciar as outras provas, que por sinal foram mais "paradas". A prova dos selos que consistia em montar a maior coleção de selos e confeccionar um painel para colocá-los, a prova da confecção de Sustentabilidade que foi muito bem apresentada pelas equipes e que impressionou bastante a todos os jurados, principalmente as luminárias feitas pela equipe do 3º e 2º Ano...


... e a prova da decoração das salas que também foi incrivelmente bem executada por todas as equipes. Cada um decorou com seu próprio estilo e cada sala ficou com a cara da turma. A seguir segue uma foto mostrando parte da decoração de cada turma; mais fotos estarão disponíveis na nossa página no Facebook.





A atração da noite porém foi o Desfile Brega, que apesar de não estar nos roteiro inicial dessa III Fase da Gincana, foi colocada para substituir outra atividade e como sempre foi um sucesso. Confiram os vídeos a seguir:






Para encerrar a noite, foi a vez da atividade Cantando com a Comunidade, em que cada equipe teria que cantar uma música MPB juntamente com um membro da comunidade.




Enfim, chega de enrolação que to pra correr doido aqui kkk Vamos aos resultados da gincana.

Em primeiro lugar ficou a equipe Coringa, ainda mantendo a liderança com 12,825 pontos, seguido pela equipe Inconformados que deu uma subida e ficou com a marca de 11,650 pontos e em seguida a equipe Fênix, que caiu e ficou com apenas 11,225 pontos nessa segunda etapa.

Vale lembrar que esses resultados são referentes às atividades, porém ainda será feita uma reunião com os líderes das equipes para acertar as penalidades e outras coisas mais que poderão acarretar perda de muitos pontos, podendo inclusive ter uma reviravolta nesses resultados.

Os resultados detalhados de cada atividade juntamente com as outras fotos serão publicados amanhã na página do Moitas Online no Facebook, no fim da tarde.

Até lá e parabéns a todos.


*Publicação sujeita a alterações futuras.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Primeiro Dia de Atividades da III Gincana do Ensino Médio. / Pontuação Parcial.

E mais uma vez, na EEB Jonas Pereira de Azevedo, é realizada a Gincana do Ensino Médio, o evento estudantil mais esperado pelos alunos, e agora na sua terceira edição...

Em primeiro lugar, quero começar pedindo desculpas pela demora em fazer essa postagem. Tive vários compromissos inadiáveis e acabei me atrasando mais que o previsto para fazer a publicação, mas aqui estamos nós e vamos ao que interessa.

Na quinta feira passada, dia 17 de Setembro, aconteceu na escola o primeiro dia de atividades da gincana, que contou com várias atividades que foram realizadas ao estilo individual de cada equipe.

Como de costume, cada equipe escolheu um nome e também preparou seu mascote para se apresentar, tentando representar da melhor forma a equipe em geral.

Os nomes das esquipes foram: Os Inconformados (1º Ano), Fênix (2 Ano) e Coringas (3º Ano). No vídeo logo a baixo, veja a entrada dos todos os mascotes por ordem de turma.


Como mostra no vídeo, as equipes também tiveram suas bandeiras, porém, esse ano a equipe estreante inovou na produção da mesma. Ao invés de eles mesmos produzirem a bandeira à mão, a equipe resolveu gastar uma quantia mais considerável na confecção, dando a sua bandeira uma cara mais profissional, o que acabou agradando aos jurados e lhes garantindo o primeiro lugar na categoria.

Com a entrada dos mascotes e das bandeiras, foi a vez do Slogan de cada equipe ser exibido. A equipe dos "Os Inconformados" escolheu o seguinte Slogan.
"Luando para ser vencedor, vencendo para ser campeão".
A equipe fênix, ficou com o seguinte:
"O sábio nunca diz tudo que pensa, mas sempre pensa tudo que diz". (Aristóteles)
Já a equipe Coringa, optou pelo Slogan:
"A vida é para quem topa qualquer parada, e não para quem pára em qualquer topada" 
Outra atividade da noite foi a Diversidade Cultural do Nordeste, em que cada equipe deveria escolher um estado e representar de algum modo, a cultura do mesmo.

Confira agora as apresentações de cada equipe:
Equipe Os Inconformados - Apresentou uma dança de quadrilha.

Equipe Fênix - Apresentou um cordel com dramatização, contando a história de Lampião e Maria Bonita.

Equipe Coringa - Apresentou um mix de culturas de toda a região Nordeste.

Mas uma vez o aluno Herbet foi destaque na apresentação, levando todos a rizadas com seu talento natural para o humor. Apesar da apresentação da equipe ter sido um tanto inusitada, foi a apresentação campeã da categoria.

Além dessas apresentações, também teve a competição de dança, porém essa será revisada pela organização do evento e possivelmente terá o resultado publicado aqui em breve.

Outra categoria de atividades que também explorou o talento dos alunos foi a categoria Educação Musical, em que cada equipe deveria escolher pessoas para cantar, porém, diferente dos outros anos, esse ano foi solicitado um dueto de menino e menina, sendo que normalmente é duas meninas que cantam.

Nessa prova, todas as equipes optaram por músicas evangélicas, sendo elas: Meu Universo (Equipe Os Inconformados), que usaram duas versões que são interpretadas pelo cantor PG e outra pelo cantor Adrian Romero, que canta uma versão espanhol da mesma música.


A equipe Fênix, optou pela música O Escudo, da banda Voz da Verdade. Mais uma vez interpretada pela aluna Kelrilene, acompanhada pelo aluno Lucas. Não precisa dizer que ela deu um show e com direito a um toque de emoção e música acústica.


Já a equipe Coringa, optou pela música O Tempo Passa, do artista Ton Carfi. Assim como as demais, também era uma linda música.

As três equipes acabaram sendo prejudicadas pela falta de microfones extras, o que dificultou o compartilhamento na hora de cantar, mas no fim deu tudo certo.

Outra atividade que também foi muito bem executada foi "Moitas Minha História", em que cada equipe deveria apresentar um cartão postal com uma foto de Moitas. Nessa prova, todas fizeram um bom trabalho na escolha das fotos e demostraram um pouco da beleza natural contida no distrito.
Segue a baixo os postais de cada equipe. Clique nas imagens para ampliar.

3º ano

2º ano

1º ano

Para encerrar a noite, foi a hora da prova surpresa, que foi trazida pela professora Abisaí. O nome da prova surpresa era "Sapaquenga". Basicamente os alunos teriam que caminhar sobre duas bandas de coco ligadas por um barbante e caminhar até a outra extremidade do pátio, onde se encontrava um outro barbante suspenso do chão em que o aluno que primeiro o ultrapassasse e tocasse a parede logo depois dele, seria o vencedor da prova. Quem venceu foi o aluno Valdeimison, da equipe Coringa.

Para os que desejam saber a pontuação das provas de um modo mais abrangente, segue abaixo uma tabela com a pontuação de cada prova. Lembrando que essa ainda não é a pontuação geral, pois ainda faltam ser computados a frequência dos alunos e algumas penalidades que serão aplicadas, sem falar na prova que ainda tem por ser decidida.

Enquanto isso não é resolvido, fiquem com a pontuação já calculada.

Clique na imagem para ampliar

Mais informações, estarei publicando na nossa página no Facebook. Em breve, também estarão todas as fotos do primeiro dia. Aguardem.
 

sábado, 5 de setembro de 2015

Desfile Cívico de Moitas

Como de costume, a EEB Jonas Pereira de Azevedo, realizou nesse mês (Setembro) o desfile cívico em comemoração à Independência do Brasil, que é comemorada no dia 7 desse mesmo mês.


Esse ano, porém, diferente de todos os outros, o desfile foi feito no período da tarde, com o sol quase se pondo, mesmo tendo sido marcado para às 16h. 

O atraso já era esperado, afinal sempre tem algumas coisas que acabam ficando para a última hora, sem falar nas roupas que têm que ser trocadas, dentre outras coisas.

Esse ano os temas dos pelotões foram mais voltados para os projetos que a escola já possui, dentre eles o pelotão do Mais Educação e do "Mãos Que Falam".

Além da diferenciação do horário, houve mudança também na rota que seria feita para desfilar pelas ruas; nesse ano, ao invés de iniciar da igreja para o colégio, o desfile iniciou na escola indo até a igreja e depois, retornando para a escola.


O trajeto em si, foi bem executado pelos alunos, praticamente sem nenhum "congestionamento" que normalmente tem nas curvas. Esse ano as curvas foram bem executadas, e quase sem nenhum erro.

Infelizmente, nem tudo foi flores. O retorno para o colégio definitivamente não foi um dos melhores, para não dizer o pior. Acredito que o resultado final passou longe do planejado pela organização da escola.

Cada pelotão que foi chegando, já foi entrando no colégio, e o planejado era que, quando todos os pelotões entrassem, todos os alunos retornassem para fora da escola para cantarem o Hino Nacional e o hino do Município, o que demorou muito para acontecer, e quando aconteceu foi de forma totalmente desorganizada, parecendo até causar um certo incômodo aos organizadores e a alguns ouvintes, pois a maioria dos alunos nem sequer estavam cantando e sim comendo ou fazendo outra coisa. Apenas um pequeno grupo cantou o Hino Nacional como deveria ser, com a ajuda dos professores e de outros ouvintes que estavam no local.

Outro problema que piorou a situação, foi a caixa de som, que estava em péssimo estado, dificultando ainda mais a comunicação entre a organização e os alunos, contribuindo ainda mais para a desordem.

A maioria das pessoas que estavam presentes para assistirem ao desfile, reclamou por não ter ouvido nada ou quase nada do que foi falado pela diretora, pois o som não tinha potência suficiente para chegar até onde eles estavam, nem mesmo até onde estavam as pessoas mais próximas. O problema se agravou ainda mais quando a banda entrou na quadra tocando os instrumentos. O som dos tambores se sobrepôs totalmente ao som da caixa e aí não deu pra ouvir mais nada, mesmo a diretora tendo que "soltar a voz" para tentar ajudar na propagação do som.

Apesar desses contratempos, o desfile foi razoável e os alunos fizeram um bom trabalho durante todo o percurso. Sem falar nos professore e funcionários da escola que também trabalharam para confecção dos materiais e vestuários usados no desfile.

Congratulações também para a Banda Tradição, que apesar da dificuldade com os instrumentos que já estão um "pouco" desgastados, conseguiram fazer um bom trabalho.

Agora é esperar até o próximo ano e torcer para que esse seja muito melhor que o deste ano. Erros podem sempre acontecer, mas da mesma forma, sempre podemos aprender com eles, então que venha 2016. Até lá, é focar nos estudos e tentar fazer sempre o melhor.

Breve, mais fotos estarão disponíveis na nossa página no Facebook.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Alunos do primeiro ano do Ensino Médio são transferidos para o período da manhã por mal comportamento.

Já não é de hoje que a ameaça de transferência de turno e até mesmo de escola para os alunos do primeiro ano do Ensino Médio de Moitas vem acontecendo, porém, é a primeira vez que essa ameaça realmente sai da promessa para a ação.

Desde a semana passada, o coordenador responsável pelo Ensino Médio aqui de Moitas vem anunciando que os alunos iriam sofrer consequências pelo mal comportamento que vinha sendo apresentado por eles desde o inicio do ano. 

Houve até quem dissesse que eles seriam transferidos para a escola vizinha, a do Icaraí - Distrito que fica a poucos quilômetros de Moitas.

Para a surpresa de muitos, hoje foi anunciado que a turma do primeiro ano agora passaria a estudar no período da manhã, junto com os alunos do Ensino Fundamental.

A medida foi vista como prejudicial por alguns alunos, por conta que alguns deles trabalham nesse horário. Com isso, alguns podem desistir do ano letivo e passar a se dedicar apenas ao trabalho.

Alguns alunos da própria sala também reclamaram da falta "mão firme" de alguns de seus superiores, ou seja, não conseguem manter os alunos sob controle e em disciplina, alegando que alguns podem não saber exercer suas funções de mestre sobre os alunos contribuindo ainda mais para o mal comportamento dos mesmos.

Apesar das controvérsias, também houve aluno que ficou "satisfeito" com a medida, e disse que já era hora de algo ter sido feito.

Vale lembrar que as informações aqui publicadas, foram cedidas por alunos da própria sala, ou seja, não são totalmente oficiais.

Em breve novas informações poderão ser divulgadas.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

VANDALISMO: Professor É Atingido Na Cabeça.


Com o início das aulas no Distrito de Moitas, reiniciam também os vandalismos. Já não é de hoje que a Escola Jonas Pereira vem sofrendo ataques de vândalos no período da noite; horário em que estão acontecendo as aulas do Ensino Médio.

Os ataques vêm acontecendo a anos e são variados; Estouros de bombinhas, areia jogada pelos cobogós e até mesmo pedras lançadas aleatoriamente de fora do colégio, queima de objetos, dentre outros.

Apesar do incômodo, as aulas continuavam, mesmo com o perigo de alguém ser atingido ou sair machucado de alguma outra forma.

Esse ano não foi deferente, e desde o início das aulas os telhados vêm sendo "bombardeados" por pedras de vários tamanhos, deixando enormes buracos e aumentando ainda mais os riscos.

Recentemente uma dessas pedras que foram jogadas, ao atingir o telhado, fez com que parte dos estilhaços caíssem e machucassem a cabeça de um dos professores presentes no local. Felizmente o machucado não foi grave e o professora passa bem.

Segundo fontes que estavam no local, o ocorrido fez com que todos os alunos saíssem correndo de dentro da sala, causando um certo tumulto e muito medo nos alunos e funcionários.

Devido ao acontecimento há boatos de que as aulas podem ser suspensas até que medidas sejam tomas, porém isso não foi confirmado pelos responsáveis da instituição e ensino local; aparentemente são só boatos.

Ao entrar em contato com a direção da escola, foi dito que as devidas provisões já estão sendo tomadas para evitar novos ataques, e há quem diga que sabe quem são os culpados, porém os nomes ainda não foram divulgados.

Também segundo a direção escolar, o responsável pelo turno da noite que também é coordenador do Ensino Fundamental no período da manhã e tarde, ficou a punição devida para os respectivos culpados, pois aparentemente os tais vândalos são membros do próprio colégio e que não estavam presentes na aula no dia do acidente.

Em caso de novas informações, estarei publicando aqui.

terça-feira, 31 de março de 2015

Manifestações Encerradas - População de Moitas Ganha a Causa


Depois de uma semana de protestos, os moradores de Moitas finalmente poderam desbloquear as estradas que dão acesso ao parque eólico com a certeza de que seus objetivos foram atingidos.

Durante aproximadamente dois dias, representantes do grupo de manifestantes reuniram assinaturas de vários moradores locais para levar até a V. Exa. Camilo Santana, governador do estado Ceará. Nesta segunda feira, pela manhã, representantes locais e outras autoridadess, dentre elas o prefeito Paulo Cesar, reuniram-se com ele para tomar a decisão final do que iria ser feito.

A decisão foi tomada a favor da população que agora poderam encerrar as manifestações. Ainda próxima segunda, uma nova reunião será marcada para escolher a data que as obras irão iniciar. Apesar da causa ganha, os moradores ainda terão que esperar mais alguns dias, talvez semana até que toda a papelada seja preenchida. O importante é que agora finalmente Moitas vai ter uma estrada mais digna (pelo menos assim esperamos), agora é esperar por parte do senhor prefeito Paulo Cesar, que também tome as devidas ações a respeito do calçamento de Moitas, que está (e sempre esteve) em um estado deplorável e muito mal feito.

A população espera que agora com as obras da estrada que interliga Icaraí/Moitas, V. Exa. possa aproveitar para também arrumar o calçamento daqui por um mais descente, afinal ninguém gosta de andar em pontas de pedra, como é o caso aqui...

Desde já, parabenizo a todos os moradores e manifestantes, locais ou não, que se uniram em prol dessa causa para o bem de todos, mesmo que alguns poucos moradores locais, não fossem a favor desse movimento (esses deveriam ter uma estrada de terra para só eles andarem, considerando que eram contra a pavimentação). O importante é que a maioria venceu e todos ganharam. Parabéns!

sexta-feira, 27 de março de 2015

Empresa Eólica Age Pelas Costas dos Moradores e Conseguem Liminar de Desapropriação de Terra.

Ontem, moradores de Moitas se reuniram com representantes da CPFL para decidir o que seria feito a respeito da construção da estrada de Moitas, a pavimentação.
Em declaração aos manifestantes, o Dr. Camilo, superintendente de operações da empresa, afirmou que não iria embora antes de ter uma situação resolvida, e ainda, que não iria falhar com a população...
(Veja o vídeo a seguir a partir dos 4:00 min.)


...Porém não foi isso que aconteceu. Ontem mesmo a empresa "mexeu os pauzinhos" e conseguiu uma liminar que obrigava a retirada dos moradores dos limites do parque eólico. Segundo informantes, os representantes da empresa chegaram a ameaçar a população dizendo que se os mesmos não saíssem do local, os guardas e policiais teria carta branca para partir para a violência.
Coisa que já tinha feito antes mesmo dessa liminar ser conseguida por eles. Alguns policiais lançaram dias antes, spray de pimenta nos manifestantes por não terem retirado o bloqueio para eles passarem o que causou grande revolta a população, mas os mesmo não partiram para agressão e o protesto continuou pacífico... pelo menos por parte dos moradores.

Hoje quando a notícia foi dada aos moradores, muitos ficaram desanimados porém antes que todos desistissem, uma "luz no fim do túnel" surgiu: Um pessoa deu a ideia de avançarem até a entrada de Moitas, bem na divisa entre os dois distritos: Icaraí - Moitas onde não estaria dentro dos limites do parque, ou seja, o protesto poderia continuar normalmente sem ir contra as lei judiciais...

Vale ressaltar que essa liminar foi emitida por um juiz ainda ontem, coisa que surpreendeu a todos considerando que os processos judiciais, demoram semanas, meses ou até anos para serem processados e concluídos. Mas isso não foi o caso da empresa, pois conseguiram com facilidade a documentação necessária.

Apesar disso os moradores não desistiram e estão mais fortes do que nunca, e hoje a tarde se reuniram com as autoridades locais. Prefeito, vereadora e advogado, dentre outros, estavam presentes dando mais detalhes do que ainda podia e não podia ser feito.







Os manifestantes agora irão ficar na divisa entre os dois distritos, como já aviam falado. Para a certeza de que o lacal era adequado, o prefeito Paulo Cesar verificou quais eram os limites da propriedade do parque eólico e confirmou que o local atualmente escolhido pelos manifestantes para  acampar e continuar o bloqueio não faz parte dos limites do parque, ou seja, o protesto está totalmente legal dando o total direito aos moradores para continuar com a manifestação e com o bloqueio da rua até que seja tomada as devidas providências como já tinha sido prometida pelo Dr. Camilo e não foi cumprida, pelo contrário, a empresa agiu de má fé e prometeu o que não pretendia cumprir dando falsas esperanças aos moradores e ainda, além de não cumprir com a palavra (o que, diga-se de passagem já é muito ridículo) ainda tentou silenciar a população e tirar deles o direito de reivindicação de uma coisa que a empresa já devia ter feito a anos.

Mais uma vez, peço que aguardem por novas informações. O Moitas Online estará acompanhando (na medida do possível) o desenvolver desse protesto e estara postando aqui qualquer novidade.

Quarto Dia de Manifestação em Moitas - Reunião é Feita Para Acordos.

Na tarde dessa Quinta-Feira (26), Moitas teve um dos momentos mais importantes em sua manifestação para pavimentação da estrada que interliga Icaraí / Moitas. Estrada esta que já não hoje que vem causando muitos problemas aos veículos e principalmente aos moradores do distrito, dificultado viagens, tratamentos médicos e até provocando casos de acidentes gravíssimos ou mesmo o dificultando o atendimento de pessoas que precisavam urgentemente de socorro médico e tiveram que se deslocar até a sede do município ou mesmo a Itapipoca.


O protesto já vinha tendo uma boa participação da comunidade, porém hoje a aglomeração de pessoas foi um tanto maior. Vieram pessoas até mesmo de outros distritos para ajudar na reivindicação. O movimento também teve o apoio dos alunos da escola Jonas P. Azevedo que vieram em peso para o local junto com professores, coordenadores e até mesmo a diretora. Todos esses juntos aos demais fizeram do dia de hoje um dos mais movimentados até o momento.





Logo por volta das 15h30min todo o grupo de pessoas se dirigiram até o local onde os membros da empresa ficavam para realizar reuniões e coisas do gênero, onde lá seria feito acordos com ambos os lados (empresa e manifestantes) para decidir qual a melhor decisão a ser tomada no momento.

Todos se dirigiram até o local deixando a rua desbloqueada, o que logo foi refeito pois assim que os manifestantes chegaram ao local da reunião, um caminhão trazendo equipamentos de manutenção para a empresa se dirigiu ao local para furar o bloqueio anteriormente protegido pelos moradores, o que os deixou muito irritados fazendo com que vários retornassem ao local e obrigassem o motorista do veículo que retornasse, do contrário teria os pneus do caminhão estourados. O motorista retornou sem questionar.

Na mesma hora que isso acontecia, os representantes principais da manifestação junto com o prefeito de Amontada, Paulo Cesar, estavam falando com um dos representantes da empresa sobre o assunto, de que o fato do caminhão ter aproveitado que os moradores tinham saído do local do protesto para avançar o bloqueio, foi um desrespeito com a população local.

O representante da empresa alegou que o mesmo, não sabia que o protesto estava ocorrendo e disse que seria pedido para que o retorno fosse feito.


Após tudo resolvido a respeito do caminhão, foi solicitado que apenas algumas pessoas fossem chamadas para entrarem em sala e iniciar a reunião. Foram selecionadas as pessoas que estavam a frente do movimento e mais algumas outras que estavam no local, totalizando 11 pessoas. Dentre elas o senhor prefeito Paulo Cesar, a vereadora Adriana Couto, o representante local Valdemir, a Diretora da escola Valdeíres e mais uma das representantes, Fernanda Ribas, entre outros...


A reunião teve início por volta das 16h30 e terminou as 19h00. Nela foram tratados diversos assuntos dentre eles, o fato de que os atuais membros da empresa que não eram os mesmo que tinham se comprometido a fazer a estrada no dia reunião. (reunião esta em que os representantes da empresa se prontificaram a fazer a pavimentação da estrada, mas que nunca saiu do papel)... Assista o vídeo a seguir para mais detalhes...




Como já falado no vídeo pelo Dr. Camilo - Superintendente de Operações da empresa, eles tentaram entrar em contato com a empresa em São Paulo o que dificultou a conclusão total do assunto, porém se comprometeu em tentar resolver o problema antes de sua volta. Amanhã, às 9h uma nova reunião será feita com os mesmos integrantes dessa primeira para tentar cuidar de todos os assuntos que ainda faltam para serem resolvidos antes do inicio das obras.

Aparentemente, tudo está contribuindo para que, dessa vez, Moitas consiga sua estrada pavimentada. Agora é aguardar e esperar por novas informações.


segunda-feira, 23 de março de 2015

Moradores de Moitas se Mobilisam em Manifestação na Busca da Pavimentação da Estrada Icaraí/Moitas.

Hoje logo cedo, vários moradores de Moitas iniciaram um protesto contra a Empresa Eólica local em busca de melhorias nas estradas da via Icaraí/Moitas.


Já não é de hoje que os moradores locais buscam  melhorias nas estradas que licam os dois distritos, Porém, anterioremente em uma reunião com toda a população de Moitas, representantes da Uzina Eólica se comprometeram com a população de iniciarem as obras das estradas logo no fim do período político, mas até o momento isso não tinha ocorrido.
Com isso os moradores resolveram se unir para juntos, buscarem seus diretos.  A estrada que antes já não era nada boa, ficou ainda pior com a ida e volta de veículos pesados da empresa que até o momento ainda não tinha se pronunciado a respeito.

Em um outro momento em que os moradores tentaram uma nova reunião com os representantes ou chefes da empresa, os mesmo não tiveram a devida atenção, para não dizer que foram totalmente ignorados e ficaram em baixo de sol e chuva...

A situação agora mudou e a empresa será obrigada a tomar as devidas medidas, do contrario, nenhum funcionário ou veículo da empresa poderá trabalhar no local. Vários veículos, tanto da empresa em questão como de outras empresas privadas, tiveram sua passagem enterrompida pelos manifestantes que até agora a noite ainda nao tinham recebido nenhuma resposta da empresa.




Logo por volta de 19h30min uma viatura das forças especiais da polícia chegou ao local, e aparentemente tinha a informação de que a manifestão não era pacífica pois os mesmo vieram armados até os dentes com armas de grosso calibre e as luzes da viatura ligadas. Os representantes da manifestação foram até eles e explicaram o que realmente estava acontecendo e então ficou tudo ok. Nenhum tumulto ocorreu e os próprios policiais foram até o ponto onde os funcionários estava para saber se eles já tinham tomado alguma decisão a respeito.





Só algum tempo depois que um representante que estava presente no local fez um acordo com os que estavam na frente do protesto.
O acordo foi o seguinte: Que até o meio dia de amanhã (24/03) ele tentaria conseguir uma resposta da empresa e em troca os manifestantes permitiriam que os funcionários que ainda estavam no local se dirigissem ao seus respectivos lares ou pousadas para descansar. O acordo foi aceito, mas com a seguintes condições: Os funcionários seriam liberado para sair mas não teriam o direito de voltar a trabalhar até que a empresa tomasse uma posição a respeito e que as ruas ainda continuariam bloqueadas.

Até o momento a manifestação ainda está em andamento por tempo indeterminado e se estenderá por toda a madrugada continuando até tudo ser resolvido por parte da empresa emvolvida.

Aguardem mais informações...