sábado, 5 de setembro de 2015

Desfile Cívico de Moitas

Como de costume, a EEB Jonas Pereira de Azevedo, realizou nesse mês (Setembro) o desfile cívico em comemoração à Independência do Brasil, que é comemorada no dia 7 desse mesmo mês.


Esse ano, porém, diferente de todos os outros, o desfile foi feito no período da tarde, com o sol quase se pondo, mesmo tendo sido marcado para às 16h. 

O atraso já era esperado, afinal sempre tem algumas coisas que acabam ficando para a última hora, sem falar nas roupas que têm que ser trocadas, dentre outras coisas.

Esse ano os temas dos pelotões foram mais voltados para os projetos que a escola já possui, dentre eles o pelotão do Mais Educação e do "Mãos Que Falam".

Além da diferenciação do horário, houve mudança também na rota que seria feita para desfilar pelas ruas; nesse ano, ao invés de iniciar da igreja para o colégio, o desfile iniciou na escola indo até a igreja e depois, retornando para a escola.


O trajeto em si, foi bem executado pelos alunos, praticamente sem nenhum "congestionamento" que normalmente tem nas curvas. Esse ano as curvas foram bem executadas, e quase sem nenhum erro.

Infelizmente, nem tudo foi flores. O retorno para o colégio definitivamente não foi um dos melhores, para não dizer o pior. Acredito que o resultado final passou longe do planejado pela organização da escola.

Cada pelotão que foi chegando, já foi entrando no colégio, e o planejado era que, quando todos os pelotões entrassem, todos os alunos retornassem para fora da escola para cantarem o Hino Nacional e o hino do Município, o que demorou muito para acontecer, e quando aconteceu foi de forma totalmente desorganizada, parecendo até causar um certo incômodo aos organizadores e a alguns ouvintes, pois a maioria dos alunos nem sequer estavam cantando e sim comendo ou fazendo outra coisa. Apenas um pequeno grupo cantou o Hino Nacional como deveria ser, com a ajuda dos professores e de outros ouvintes que estavam no local.

Outro problema que piorou a situação, foi a caixa de som, que estava em péssimo estado, dificultando ainda mais a comunicação entre a organização e os alunos, contribuindo ainda mais para a desordem.

A maioria das pessoas que estavam presentes para assistirem ao desfile, reclamou por não ter ouvido nada ou quase nada do que foi falado pela diretora, pois o som não tinha potência suficiente para chegar até onde eles estavam, nem mesmo até onde estavam as pessoas mais próximas. O problema se agravou ainda mais quando a banda entrou na quadra tocando os instrumentos. O som dos tambores se sobrepôs totalmente ao som da caixa e aí não deu pra ouvir mais nada, mesmo a diretora tendo que "soltar a voz" para tentar ajudar na propagação do som.

Apesar desses contratempos, o desfile foi razoável e os alunos fizeram um bom trabalho durante todo o percurso. Sem falar nos professore e funcionários da escola que também trabalharam para confecção dos materiais e vestuários usados no desfile.

Congratulações também para a Banda Tradição, que apesar da dificuldade com os instrumentos que já estão um "pouco" desgastados, conseguiram fazer um bom trabalho.

Agora é esperar até o próximo ano e torcer para que esse seja muito melhor que o deste ano. Erros podem sempre acontecer, mas da mesma forma, sempre podemos aprender com eles, então que venha 2016. Até lá, é focar nos estudos e tentar fazer sempre o melhor.

Breve, mais fotos estarão disponíveis na nossa página no Facebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário